BCE mantém taxas, foco se direciona para novas projeções

Europa

Banco faz uma pausa para avaliar a condição da recuperação da zona do euro, após agir no mês anterior em resposta à desaceleração da inflação

Decisão de manter a taxa básica de juros na mínima recorde era amplamente esperada depois da medida inesperada do banco de reduzi-la no mês passado. Foto: Alex Domanski/Reuters

  • qui, 05/12/2013 - 11:45

Frankfurt - O Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas de juros na mínima recorde de 0,25 por cento nesta quinta-feira (5), fazendo uma pausa para avaliar a condição da recuperação da zona do euro, após agir no mês anterior em resposta à desaceleração da inflação, que está agora moderando.

A decisão de manter a taxa básica de juros na mínima recorde era amplamente esperada depois da medida inesperada do banco de reduzi-la no mês passado.

O BCE também deixou inalteradas as taxas de depósito em zero e de empréstimo em 0,75 por cento.

"Isso está em linha com as expectativas já que a decisão do BCE no mês passado deve ter reequilibrado os riscos à estabilidade de preços e também antecipou a divulgação do que achamos que serão projeções fracas de inflação", disse o economista Nick Matthews, do Nomura.

A atenção dos mercados agora se volta para a coletiva do presidente do BCE, Mario Draghi, às 11h30 (horário de Brasília), na qual ele apresentará projeções atualizadas de sua equipe do banco central, que incluirão suas primeiras estimativas para 2015.

As novas estimativas darão aos mercados uma ideia da visão do BCE sobre a inflação no médio prazo, o horizonte no qual busca alcançar estabilidade de preço em linha com sua meta.

Se as novas projeções apontarem para uma inflação que ainda claramente estará abaixo da meta do banco central em 2015 --analistas esperam uma projeção de 1,3 ou 1,4 por cento-- aumentarão as expectativas de que o banco tomará nova ação no início do próximo ano.

autor

Reuters

Comentários

Capa N° 438